Os itens que devem fazer sucesso na Black Friday 2020

Popular data comercial, que promete generosas promoções, acontece em novembro.

Está chegando uma das datas mais aguardadas pelos comerciantes e consumidores do Brasil. Em novembro, ocorre a popular Black Friday. Agendada para a última sexta-feira do mês, um dia após o Dia de Ação de Graças nos EUA, ela ganhou popularidade pelos enormes descontos oferecidos pelas lojas.

Muita gente já está se preparando para aproveitar os preços mais baixos. Por aqui, os comerciantes costumam estender o período, indo muito além do que apenas a sexta-feira: trata-se de uma verdadeira semana de descontos e promoções, tudo para atrair a atenção da clientela e fechar as vendas.

Já os consumidores anseiam pela data para poderem comprar aqueles produtos que passaram o ano desejando, por um valor mais em conta. Muitas pessoas aproveitam a oportunidade para adiantar as compras do Natal, adquirindo presentes para a família e os amigos.

Itens mais procurados

Apesar de ainda faltar mais de dois meses para a data, já é possível ter uma ideia de que tipo de produto será disputado entre os consumidores. Uma pesquisa de mercado, encomendada pela Globo, revelou quais são as principais categorias que serão procuradas em 2020.

O primeiro lugar ficou com itens de moda e acessórios de vestuário em geral. Muita gente tem planos de adquirir brincos, colares, bolsas e óculos. Roupas e calçados também são alguns dos produtos visados pelos consumidores. A preferência pela categoria correspondeu a 32% dos entrevistados.

Logo depois, vieram os produtos que, normalmente, são os mais desejados na data: os smartphones e os equipamentos eletrônicos, como notebooks e videogames. Cerca de 30% dos entrevistados demonstraram interesse em comprar um item dessa categoria.

Eles chamam a atenção, justamente, por se tratarem de itens que normalmente são bem mais caros. Com as promoções prometidas, muita gente vê a oportunidade de comprá-los por um preço muito mais em conta, sendo comum as pessoas trocarem de celular, por exemplo.

Na ordem, as demais categorias dos mais desejados inclui eletrodomésticos, como geladeira e fogão, cosméticos e perfumes, e móveis. Há, ainda, o interesse em itens para decoração de casa, cervejas especiais, relógios e brinquedos.

Consequências econômicas

Ainda segundo a pesquisa, muitos enxergam a Black Friday como o momento ideal para comprar algo. Sete de cada dez entrevistados disseram que deixaram de comprar o que queriam durante o primeiro semestre do ano, uma vez que o orçamento de muitos teve que ser repensado durante esse período.

Agora, com uma data promocional no horizonte, o público tem a chance que procurava para comprar o que deseja, por um preço bem mais acessível. Não à toa, 67% dos entrevistados associam a palavra “promoção” à Black Friday.

Preparação para a data

Já é possível ir se preparando para garantir o menor preço durante o período. Algumas medidas simples podem fazer toda a diferença na hora da compra, gerando uma economia ainda maior.

Primeiro, faça uma lista com aquilo que você pretende comprar. Ordene esses itens por prioridade, começando pelos mais indispensáveis até aqueles que, se for o caso, você pode comprar em outro momento. A lista também ajuda a fazer menos compras impulsivas quando chegar a hora.

Com a lista feita, comece a monitorar o preço dos produtos. Já houve episódios em que as lojas subiram os valores semanas antes da Black Friday, retornando para a quantia inicial na data. Sites na internet disponibilizam meios que facilitam esse monitoramento. Assim, você tem certeza de que o desconto é real.

Ao montar a lista, também já coloque alternativas para os produtos que você procura. Uma vez que o fluxo de vendas é muito grande, sempre há o risco daquele item que você deseja acabar antes a compra seja finalizada. Com mais opções em mente, você estará preparado para situações como essa.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *